Estou desempregado… Vou surfar.

Os espanhóis estão a gastar algum do subsidio de desemprego para surfar mais. Desde que a crise chegou que existem 3 vezes mais surfistas na água. As escolas de surf de Mundaka, Plentzia e San Sebastian concordam com os numeros – “Eles não tem trabalho, então vão surfar.”

Os surfistas de Plentzia afirmam que antes os lugares de estacionamento estão vazios nos dias de semana e agora estão cheios. Às 10 da manha, está muita gente a preparar-se para entrar na água ou já estão na água.Enquanto os mais experientes começam a perder a paciência, as escolas de surf estão nas nuvens. A concorrência entre as escolas levou a que os preços baixassem tremendamente. Em Mundaka, uma aula de grupo de duas horas, custa apenas 30 euros. Os preços em San Sebastian são semelhantes. Na Galiza, na Prado Surf School, um pack de 4 aulas por mês custa apenas 54 euros no Inverno.

Há dois verões que o negocio para as escolas de surf vem crescendo e as aulas continuam sempre cheias. As famílias já não gastam dinheiPro em ferias fora de portas, preferem gastar o pouco dinheiro que sobra em programas perto de casa. Por outro lado, as lojas estão quebra profunda. Quando os consumidores querem comprar fazem-no com material segunda mão ou em cadeias de desporto com preços mais baixos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s